Da assessoria

Pato Branco voltou a ser destaque nacional, desta vez na saúde pública. A Exame.com divulgou recentemente um novo ranking montado pela consultoria Urban Systems, que destaca 50 municípios brasileiros que têm inovado e apresentado resultados acima da média brasileira no setor. No estudo, Pato Branco ocupa a 11ª posição entre os 5.570 municípios brasileiros, alcançando o 1º lugar no Paraná.

Para montar o ranking, a Urban Systems levou em consideração nove critérios: 1) leitos por habitantes; 2) leitos de internação; 3) médicos por habitantes; 4) cobertura populacional da equipe de saúde da família; 5) número de concluintes no setor de saúde; 6) despesa municipal com o setor; 7) ciclovias; 8) atendimento urbano de esgoto e 9) cobertura do serviço de coleta de resíduos.

Na opinião do prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, o destaque demonstra o bom momento vivido pela cidade. “Estabelecemos um planejamento voltado ao futuro de Pato Branco, com ações, programas e obras para atender a demanda existente e, sobretudo, preparar a cidade para as próximas décadas. Na saúde não é diferente, contratamos mais de 240 profissionais, estruturamos as unidades de saúde, a UPA 24 horas, trabalhamos pelo curso de medicina e investimos na informatização do prontuário eletrônico, um conjunto de melhorias para que pudéssemos nos orgulhar da nossa saúde pública”, salienta Zucchi.

Saúde em Pato Branco

Com cerca de 80 mil habitantes, Pato Branco é uma das cidades mais desenvolvidas do País. Nesse sentido, a Saúde é um setor estratégico, que faz da cidade uma referência.  O município tem gestão plena do Sistema Único para atender o Sudoeste do Paraná e Oeste catarinense, dispondo de hospital credenciado pelo Ministério da Saúde para fazer transplantes cardíacos. No Paraná, fora a capital Curitiba, apenas Pato Branco e Londrina ofertam esse procedimento de alta complexidade na medicina.

A estrutura pública de serviços na saúde é potencializada por três estabelecimentos hospitalares, dois deles vinculados ao SUS. Somado a isso, clínicas especializadas, laboratórios de última geração, hospitais equipados e profissionais especialistas fazem de Pato Branco uma referência no atendimento de emergência, atenção básica e alta complexidade. Há, ainda, serviços complementares com clínicas modernas de diagnóstico por imagem, medicina nuclear e laboratórios de análises clínicas.

Na atenção básica, por meio da rede pública, o Município tem hoje atendimento com cobertura para 80% da população com o Programa Estratégia e Saúde da Família, e vai chegar a 100%, atendendo as linhas de cuidados em todo ciclo de vida que preconizam as portarias do Ministério da Saúde.

Isso foi possível pois, desde 2013, Pato Branco recebeu quatro novas unidades de saúde, que hoje atendem mais de 25 mil moradores das regiões dos bairros Industrial, Novo Horizonte, São Cristóvão e Alvorada. Paralelamente, mais de 240 profissionais, aprovados em concurso, foram contratados para a Secretaria de Saúde. Com isso, a cidade passou de 07 para 17 equipes de Estratégia, Saúde da Família e de 06 para 13 pediatras.

Destaque, também, para o atendimento da UPA – 24 horas, que realiza cerca de 100 mil atendimentos anualmente. Ainda no planejamento pela estruturação da saúde pública de Pato Branco está a construção da unidade de saúde do bairro Fraron, em fase de execução.

A estrutura pública ainda mantém o atendimento móvel de urgência e emergência pela rede Samu 192.  Pato Branco é a sede do serviço disponibilizado para 42 municípios do Sudoeste, abrangendo uma população de 622.874 habitantes.  Por mês, o Samu registra uma média de 5 mil atendimentos em toda região Sudoeste.

A estruturação executada pelo Município foi um dos fatores fundamentais para que a cidade fosse considerada, ainda, apta para receber o curso de Medicina. “Essa é uma conquista fundamental para consolidarmos a qualidade dos serviços de saúde prestados à população, em que estaremos formando profissionais e confirmando o potencial da nossa cidade enquanto polo de saúde”, destaca o prefeito Zucchi.

Outros destaques nacionais

Pato Branco ocupa o 7º lugar do Paraná no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), com destaque para a Saúde, Educação e geração de emprego e renda. O município também é reconhecido, hoje, como Cidade Digital pela Rede Cidades Digitais, assim como uma das cidades mais inteligentes do Brasil segundo a Revista Exame. Já no ranking geral da Revista IstoÉ, que relaciona as melhores cidades de médio porte do Brasil, Pato Branco está na 25ª posição. Em 2016, a cidade foi destaque na revista britânica The Economist.

Já em 2017, outro estudo divulgado pela Exame.com apontou Pato Branco como a 11ª melhor cidade para envelhecer no País e a 1ª no Paraná, devido as ações voltadas à qualidade de vida da terceira idade, considerando cidades brasileiras de pequeno e médio porte.

Além disso, Pato Branco lidera na geração de empregos no Estado do Paraná, mantendo o 1º lugar, com 1.647 empregos efetivados entre janeiro e julho de 2017. Com o resultado, Pato Branco continua à frente de grandes municípios paranaenses, destacando-se inclusive em nível nacional. No ranking geral em nível de Brasil, a cidade está em 35º lugar.